Home Giro no Mundo O melhor de Verona: saiba todas as dicas para conhecer a cidade da Itália

O melhor de Verona: saiba todas as dicas para conhecer a cidade da Itália

por Gabriela Mendes
O melhor de Verona: saiba todas as dicas para conhecer a cidade da Itália

Fica até redundante falar que as cidades da Itália são apaixonantes, mas não tem jeito. É uma mais linda que a outra e elas esbanjam superlativos: o clima mais romântico, as ruas mais charmosas, o melhor carbonara, o gelato mais saboroso, as igrejas mais grandiosas… Já deu pra ver que eu sou – como não usar essa palavra – apaixonada por esse país.  

Por conta disso, as dicas do post são de mais um desses destinos italianos que não podem faltar no seu roteiro: Verona.

Verona6

Restaurantes na beira do rio, em Verona

A cidade, que fica na região do Vêneto, pode não ser tão famosa quanto Veneza e não ter gôndolas e canais, mas também tem uma trajetória que mistura romantismo e tragédia, pois é lá que se passa a história de Romeu e Julieta, de Williams Shakespeare. Há dúvidas se o romance realmente aconteceu ou foi fruto da imaginação do escritor, mas, de qualquer forma, você pode visitar a Casa da Julieta e tirar suas próprias conclusões.

No entanto, em uma rápida caminhada a pé pelo seu centro histórico, percebemos que as atrações vão muito além de Romeu e Julieta, já que Verona tem praças belíssimas, restaurantes deliciosos e várias ruínas romanas completamente conservadas. A cidade tem até o seu próprio e pequeno “Coliseu”, uma arena que funciona até hoje para eventos.

Veja aqui todas as dicas para montar seu roteiro para Verona: o que fazer, quantos dias ficar, onde comer, quando ir e dicas de hospedagem

O que fazer

Piazza Brà

Provavelmente a praça será a sua porta de entrada para o centro histórico, passando pelo Portoni della Bra, um portal que era parte do muro medieval que cercava a cidade. Na própria piazza as construções seculares são lindas e não tem como não se impressionar com a Arena, o “Coliseu de Verona”. Durante o verão, há vários espetáculos ao ar livre e gratuitos na praça. Veja no site oficial a programação.

 

Arena

Para além de Romeu e Julieta, como mencionei, a cidade merece destaque pelas suas ruínas romanas. A principal delas, a Arena, está muito bem conservada, sendo um dos anfiteatros mais bonitos do mundo.

Arena

Detalhe da Arena de Verona, que está mais bem conservada do que o Coliseu de Roma

É possível visitar seu interior, o que é interessante, mas o legal mesmo, se você tiver a oportunidade, é ir a algum espetáculo dentro dela. O evento mais famoso é o Festival de Ópera, que acontece, todos os anos, entre junho e agosto. Se você estiver pela cidade, não perca.

O ingresso para a visita custa €10. Veja a programação de espetáculos no site.

Via Mazzini

Ao lado da Arena, fica a movimentada Via Mazzini, onde estão algumas das principais lojas da cidade, perfeita para quem gosta de fazer compras. A rua é aberta somente para pedestres e tem prédios maravilhosos.

Vista Via Mazzini

O “corredor” da Via Mazzini com a Torre dei Lamberti ao fundo

Piazza delle Erbe

No final da Via Mazzini fica a praça, que é a mais antiga de Verona. No local, funcionava o Fórum Romano, onde eram tomadas todas as decisões políticas da cidade. Anos depois, a Piazza delle Erbe começou a ser conhecida pelo mercado de ervas, da onde vem a origem do seu nome. A feirinha está em funcionamento até hoje, mas não é as ervas foram substituídas por vários souvenirs made in China. Não deixe de observar o Palazzo Maffei, um edifício em estilo barroco do século 17.

 

Torre dei Lamberti

A torre é o prédio mais alto de Verona, com 89 metros, e é uma atração imperdível para quem gosta de observar as cidades do alto. Ela está localizada atrás da Piazza delle Erbe e custa €8 para subir. Veja mais informações no site.

Torre dei Lamberti

A Torre com seus 89 metros de altura

Casa de Julieta

Na Via Capello 23, fica a casa onde, supostamente, morou Julieta. O lugar fica lotado de turistas e sobem no balcão onde ela ouvia as juras de amor de Romeu, colam bilhetinhos na parede tiram fotos com a estátua da personagem. Repare que praticamente todos os viajantes posam para as fotos com a mão no seio de Julieta – que está, inclusive, desgastado. Isso é porque a lenda diz que, quem passar a mão no seio da estátua, vai ter sorte no amor. Eu achei melhor passar, só por via das dúvidas…

O acesso ao pátio é gratuito, mas, para entrar na casa é preciso pagar €6. Ela funciona como um memorial da Julieta, com roupas da época, os cômodos montados – nada imperdível, mas se estiver com o Verona Card dê uma conferida. Veja informações no site.

Estátua Julieta

A multidão de turistas querendo tirar uma foto com a estátua da Julieta

Tumba dos Scaligeri –  Arche Scaligere

É possível admirar as belíssimas tumbas da família Scaligeri, que são um belo exemplo do estilo gótico e ficam em frente à igreja Santa Maria Antica. Os Scaligeris tiveram um reinado de mais de 100 anos em Verona. Quem tem o Verona Card pode entrar, mas é possível admirar as tumbas do lado de fora.

Tumba dos Scaligeri

Fechadura do portão da Tumba Scaligeri

Piazza dei Signori

A praça também é conhecida por Piazza di Dante, já que tem uma estátua de três metros de altura de Dante Alighieri, um dos maiores poetas italianos, autor da Divina Comédia. Não deixe de observar também a Loggia del Consiglio, a primeira construção renascentista da região do Vêneto, com afrescos conservados nas suas paredes até hoje.

Verona5.jpg

A estátua de Dante na Piazza dei Signori

Ponte Pietra e Teatro Romano

Essas são duas atrações que muitas pessoas não visitam, pela falta de tempo, e são bem interessantes. A Ponte Pietra atravessa o Rio Adige até uma parte muito característica da cidade (e bem menos turística), com restaurantes antigos e prédios históricos. É nesta região que fica o Teatro Romano, que tem ruínas bem conservadas e uma vista bem bonita da cidade.

O teatro é outro local incrível para assistir a algum espetáculo, não deixe de conferir a programação no site. Para visitar, custa €4,50.

Castelvecchio e Ponte Scagliero

O Castelvecchio é uma fortaleza do século 14 que abriga, atualmente, uma coleção de arte focada nos artistas do Vêneto. Dê uma volta nos seus jardins, tire foto, olhe as exposições e depois siga para a linda Ponte Scagliero, que cruza o Rio Adige. A ponte é maravilhosa, construída durante a Idade Média, porém teve que ser toda reconstruída depois da Segunda Guerra.

Igrejas

Como uma boa cidade italiana, Verona tem igrejas lindas. A mais famosas delas é o Duomo, também chamada de Santa Maria de Assunta. Admire também a igreja de San Fermo Maggiore, San Lorenzo e Santa Anastasia.

Giardino Giusti

No coração de Verona fica o jardim Giusti, que é uma obra de arte. Ele foi feito em 1570 para ser o “quintal” do Palácio Giusti. O ingresso custa €8,50 , veja mais informações no site.

O Verona Card vale a pena?

Em Verona, eu recomendo comprar o cartão de atrações, porque é uma cidade que você, provavelmente, vai ficar pouco tempo e dá direito aos principais pontos turísticos, como a Arena, a Casa de Julieta, o Duomo, o Castelvechio, a Torrei dei Lamberti e o Teatro Romano.

Há duas opções de cartões: o de 24 horas, que custa 18 euros e o de 48 horas, que custa 22 euros. Eles podem ser adquiridos na bilheterias da maioria das atrações e começam a valer a partir da primeira entrada. É bom que, com ele, não precisa entrar em filas.

Dica: para conferir se os cartões de atrações de cidades valem a pena, é sempre bom analisar a quantidade de tempo que você tem no lugar e somar o preço das atrações que você quer ir. Em Nova York, por exemplo, eu não achei que valia, mas em Verona sim.

Onde comer

Comi massas deliciosas na Alcova del Frate, um restaurante que fica bem próximo a Ponte Pietra. O tiramisu também estava sensacional. Além disso, um dos melhores spritz da Itália foi na Osteria La Mandorla, do lado da Piazza Brà.

 

Outras recomendações são o Casa Perbellini, para quem quer pagar um pouco mais caro em pratos elaborados e deliciosos, Gusto Piadinerie para comer um bom sanduíche e gastar pouco e La Bottega della Gina para uma típica refeição italiana.

Locomoção e como chegar

Verona é uma cidade para ser vista a pé, até porque ela não é grande o suficiente para ter que pegar transporte público. Por isso, é importante que sua hospedagem seja ao menos próxima do centro histórico.

Na cidade tem a opção de pegar aqueles ônibus turísticos, que vão parando em várias atrações. Eu não acho uma boa ideia, porque Verona é muito fácil de ser percorrida e a graça é conhecer tudo com suas próprias pernas, curtindo suas ruas charmosas sem pressa.

Para quem chega de trem, a estação Porta Nuova fica a 2km da Piazza Brà, cerca de 20min de caminhada. Verona fica a 1h30 de Veneza e Milão.

Verona2

Lambretas <3

Quando ir

Todas as épocas do ano em Verona são válidas. A cidade pode ser vista tanto com calor, quanto com frio. Porém, vale lembrar que durante o verão, apesar de ficar mais cheio de turistas, tem o festival de Ópera na Arena, que rola entre os meses de junho e agosto.

Quanto tempo ficar

Muitos guias de viagem falam que um dia em Verona ou até um bate-e-volta são suficientes, mas eu não recomendo!

É verdade que há muitas cidades na Itália que podem ser vistas em um dia ou até uma tarde, como o roteiro para Montalcino, Pienza e Montepulciano, mas, para mim, Verona não é uma delas. Apesar de ser uma cidade pequena, ela merece dois dias para ser curtida com calma e poder ver todas as suas atrações.

Verona

Caixas de correio antiguinhas no centro de Verona

Onde se hospedar

Como eu fui com a minha família, fiquei no Grand Hotel Des Arts, uma ótima opção para procura muito conforto e um café da manhã sensacional. Ele fica a 5 minutos de caminhada até a Piazza Brà.

Quem quer conforto sem gastar muito pode ficar no Romeo e Giulietta Hotel e eu indico o Hotel Accademia, Relais De Charme Il Sogno Di Giulietta e Hotel Leon d’Oro para quem procura as melhores hospedagens. O AirBnB também é sempre uma boa opção de achar um apartamento/quarto charmoso que caiba no seu bolso. 

DSC_0135

Eu tenho praticamente só um book de janelas da Itália… por que será?

DICAS PARA PLANEJAR SUA VIAGEM (4)

ROTEIRO PERSONALIZADO – nós planejamos toda sua viagem e entregamos um roteiro detalhado com sugestão de passeios dia a dia, dicas de restaurantes, locomoção e melhores atrações. Também fazemos assessoria de passagens aéreas, hotéis e tudo que você precisar. Perfeito pra quem ama viajar, mas não gosta ou não tem tempo de se programar.

HOSPEDAGEM – reserve seu hotel com o nosso link do Booking e ajude a manter o blog no ar! Não tem nenhuma alteração de preço pra você, mas nós ganhamos uma pequena comissão.

ALUGUEL DE CARRO – nosso parceiro de reservas é o RentCars, que faz busca das melhores tarifas com as principais locadoras.

Saiba mais da Itália:

Meu roteiro de 20 dias pela Itália
Todos os posts sobre a Itália

Posts relacionados

8 Comentários

Roteiro de 20 dias na Itália – Gira Mundo 21/06/2017 - 20:12

[…] Saiba mais: O melhor de Verona: saiba todas as dicas para conhecer a cidade da Itália […]

Reply
José Avelino de Lima Rodrigues Campos 10/01/2018 - 12:06

Olá, tudo bem? Pretendo fazer um bate e volta a Verona, partindo de Veneza e tenho uma dúvida quanto ao Verona Card. Quantas atrações são com as entradas incluídas na aquisição do cartão? É que vou comprar o Roma Card também e para ele, são três atrações incluídas e as demais com preço reduzido. Obrigado pela ajuda!

Reply
Gabriela Mendes 10/01/2018 - 18:41

Oi José! Tudo bem, e com você? São 15 atrações incluídas + 5 com preço reduzido. Vale muito a pena, porque ele dá direito a algumas das principais atrações, como o anfiteatro, a Casa de Julieta, a catedral, o Castelvecchio… Tem uma relação de tudo que está incluído aqui: http://www.turismoverona.eu/nqcontent.cfm?a_id=40039
Se tiver qualquer outra dúvida, estou à disposição!

Reply
Maite Acioli 20/03/2018 - 00:15

Adorei o blog, parabéns!
Farei um bate e volta a Verona partindo de Veneza de trem.
Qual seria o melhor de ida e retorno? Pois, a partir de sua experiencia, percebi que vale mais a pena comprar o bilhete online com um pouquinho de antecedência.

Reply
Gabriela Mendes 20/03/2018 - 08:14

Oi Maite! Tudo bem?
Oba, muito obrigada. Fico muito feliz com esses comentários porque faço o blog com muito carinho ❤️
Olha, eu chegaria antes do almoço, umas 10hrs e compraria a volta só mais tarde, tipo umas 20h. Verona é uma cidade muito linda, vale a pena ficar o máximo de tempo que você puder! Qualquer outra dúvida estou à disposição. Abraços.

Reply
Maite Acioli 20/03/2018 - 09:42

super obrigada obrigada pela resposta… vou aproveitar para tirar uma segunda dúvida 🙂
Verifiquei a partir dos comentários que vale super a pena comprar o Verona Card. Chegando a Cidade, onde poderia comprá-lo?

Reply
Gabriela Mendes 20/03/2018 - 20:01

Você pode comprar online, na Oficina de Turismo de Verona, que fica bem no coração do centro histórico, na Piazza Bra, ou nas próprias atrações! Aqui no site do Verona Card tem todos os endereços:
http://www.turismoverona.eu/nqcontent.cfm?a_id=53499&tt=m_turismo

Reply
Maite Acioli 22/03/2018 - 22:21

obrigada!

Reply

Deixar um comentário

pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR