Home Europa O essecial de Paris: 8 passeios que não podem faltar no seu roteiro

O essecial de Paris: 8 passeios que não podem faltar no seu roteiro

por Gabriela Mendes
O essecial de Paris: 8 passeios que não podem faltar no seu roteiro

Paris é a cidade dos apaixonados, dos famintos por cultura e arte, do mundo da moda, da gastronomia estrelada, do luxo ao mochileiro – todos os perfis de viagem se encaixam no destino. É um centro onde tudo acontece, o tempo todo, com muito charme francês.

Começo a matéria dizendo que foi uma dificuldade escrever somente sobre os passeios essenciais de Paris, porque a cidade tem uma infinidade de lugares belíssimos para visitar e é difícil não se apaixonar pela capital da França e ficar com vontade de voltar mais (ou muitas) vezes.

⭐ Saiba mais:

Primeira vez em Paris em um roteiro de 3 dias (ou mais!)

Guia de Paris: dicas e informações essenciais para planejar sua viagem

393659_2972314552788_8476352_n

“Seja livre de tempos em tempos”

Não se preocupe em encaixar tudo no roteiro, é preciso muitas viagens – ou até várias vidas – para curtir todas as maravilhas do destino. A graça é se deixar levar pelas ruas, entrar nos cafés, descobrir lugares que não estavam planejados, procurar o melhor croissant da cidade e admirar tanto os prédios da belle époque quando os mais futuristas.

É clichê, eu sei, mas você vai amar Paris.

Veja os passeios que não podem faltar no seu roteiro!

Catedral de Notre Dame

A catedral é uma das mais famosas do mundo e fica no coração da cidade. A arquitetura no estilo gótico é belíssima e seu interior é repleto de vitrais impressionantes. A construção começou em 1163 e terminou só em meados do século 14. Não deixe de entrar.  A fila assusta um pouco, já que são mais de 14 milhões de visitantes por ano na atração, mas anda rápido, eu juro!

Quem quer explorar um pouco mais pode subir na torre (€6), mas tem que estar preparado para seus 422 degraus. Há também visitas guiadas gratuitas (consultar os horários no site) e pagando mais €4 você pode conhecer o “le tresor” e a cripta da catedral.

Ingressos: a entrada é gratuita! Porém, quer quer explorar mais, pode consultar o tours guiados do nosso parceiro Get Your Guide.
Mais informações no site oficial: notredamedeparis.fr

notre-dame-ursa

Museus

De arte e cultura os franceses entendem bem. Por conta disso, a cidade tem museus para todos os gostos. O mais clássico, Louvre, é um dos maiores do mundo, abrangendo obras de oito mil anos de história. Quando for visitar, não se preocupe em dar conta de tudo (é impossível). Escolha as salas que você mais se interessa e aproveite sem pressa. A dica é comprar o ingresso com antecedência no site (€15), pois a fila para comprar na hora é sempre enorme.
Ingressos: veja aqui os melhores preços com nosso parceiro Get Your Guide.

Já o Musée D’Orsay é o preferido de muita gente, já que não é tão lotado quanto o Louvre e possui obras belíssimas, principalmente do modernismo. O ingresso custa €12.

Outros museus imperdíveis: Centre Georges Pompidou, Museu Picasso, Museu Rodin, Museu de Artes e Ofícios, Palais Galliera, Palais de Tokyo…e muitos outros.

Clique aqui e veja o valor de ingressos dos museus de Paris.

musee-rodin-ursa

Jardins do Musée Rodin

Montmartre

O bairro bem charmoso era muito frequentado pelos artistas modernistas, que viviam em seus cafés, bares e bordéis. Atualmente o local é bem turístico, já que é onde fica a famosa igreja Sacré-Coeur (grátis) e o Moulin Rouge. Não deixe de ir à Place du Tertre, Café deux Moulins (se você for de Amélie Poulain) e o mais importante: passear em suas ruas sem muito destino.

Dica: em Montmartre também fica o Le Murs de Je T’Aime, que é um muro com formas “eu te amo” em diferentes línguas. Ele fica dentro do parque Place des Abbesses.

dsc_0143

A igreja Sacré-Coeur, em Montmartre

Torre Eiffel e Champs de Mars

O maior símbolo de Paris não poderia estar de fora dessa lista. A Torre Eiffel, originalmente, era odiada pelos franceses, quando foi construída na Exposição Universal, em 1889. Hoje em dia, não dá nem pra imaginar a Cidade Luz sem ela.

dsc_0175

Torre Eiffel lotada antes dos fogos do 14 de julho

É possível subir na torre e o preço do ingresso é dividido de acordo com os andares (compre com antecedência no site):

– segundo andar com elevador (€8,50 – €11), segundo andar com escadas (€5 – €7)

– último andar com elevador (€14,50 – €17)

Durante os meses do inverno, há uma pista de patinação no segundo andar.

>> Uma dica legal é, antes da visita, começar o dia na Rue Passy, um bairro com casarões elegantes e um ambiente muito agradável. Como é uma ladeira, há uma vista bem bonita para a Torre. Seguindo a descida, você chega no ponto turístico.

1545131_602557016484888_245561649_n

Em cima da Torre Eiffel

Depois de visitar a Torre Eiffel, não deixe de passear no parque que fica em frente, o Champs de Mars. Durante o verão é um lugar perfeito para fazer um piquenique. No dia 14 de julho, Dia da Tomada da Bastilha, há uma festa linda no local, com queima de fogos de artifício na torre. Se você estiver lá por essa época, não perca.

Site oficial da Torre Eiffel: http://www.toureiffel.paris/

Champs Elysées e Arco do Triunfo

Coloque um sapato confortável, porque a graça da Champs Elysées é andar do início ao fim da grande avenida, terminando no Arco do Triunfo.

dsc_0107

Detalhes do Arco do Triunfo visto de baixo

Eu recomendo começar o passeio na Place de La Concorde (que fica logo depois do Louvre e Jardins de Tuileries – dá pra juntar os dois programas) e ir caminhando sem pressa. Durante os meses de inverno, sempre há uma enorme roda gigante na praça, imperdível!

385815_2978167979120_430638946_n

A roda gigante da Place de la Concorde

A Champs Elysées é repleta de lojas elegantérrimas e restaurantes caros. É lá também que fica uma loja da confeitaria Ladurée, famosa pelos melhores macarons da cidade  (dá vontade de comer todos os outros doces também).

No final da rua se chega ao Arco do Triunfo, o monumento encomendado por Napoleão Bonaparte, que é símbolo do patriotismo francês. Vale muito a pena subir no arco para ter uma vista única da cidade. Os ingressos (€12) podem ser comprados online ou na plataforma subterrânea que fica embaixo do monumento.

Site oficial: http://www.paris-arc-de-triomphe.fr/

dsc_0097

Um dos visuais em cima do Arco do Triunfo

Admirar as pontes e andar às margens do Rio Sena

Todo mundo que vai a Paris acaba caminhando em suas pontes. Ao todo, são 37 pontes que ligam as margens do Rio Sena. A mais linda delas é a Pont Alexandre III, que é toda ornamentada, inclusive com esculturas folheadas à ouro. Ela tem 160m de comprimento e foi construída em 1900, como um presente do tsar da Rússia Alexandre III aos franceses.

Um dos maiores pontos turísticos de Paris para os casais era a Pont des Arts, mas há poucos anos o governo francês retirou todos os cadeados, já que eles estavam fazendo muito peso e prejudicando a estrutura da ponte. Agora, os apaixonados estão colocando seus cadeados na Pont Neuf, que fica ao lado e é a mais antiga da cidade.

1510834_602565919817331_1188975374_n

A Pont des Arts antes do cadeados serem removidos

Caminhar pelo Rio Sena é um dos charmes de Paris. As margens do rio são divididas como rive droite e rive gauche (direita e esquerda). Grande parte da sua extensão têm as bouquiniste do Sena, barraquinhas que vendem livros antigos e souveniers.

Nos meses de verão, é montada uma “praia” no local, com direito a cadeiras, barracas e até castelo de areia. Para nós, cariocas, pode parecer estranho, mas para os franceses é uma oportunidade de aproveitar as poucas semanas de calor na cidade.

Os passeios de barco no Rio Sena também são muito famosos e há várias empresas que oferecem esse serviço. A mais famosa é a Bateaux Mouche. É interessante para ver Paris de um outro ângulo.

Parques e jardins

Os parques de Paris são imperdíveis em qualquer época do ano, já que cada estação tem seu charme. No verão os franceses colocam até biquíni para aproveitar os dias de sol, além de fazer piqueniques. No outono a paisagem fica toda em tons amarelados, é lindo demais. Na primavera as flores estão no auge e no inverno as árvores ficam sem folhas, mas o visual também é lindo, principalmente para nós, brasileiros, que praticamente não temos meses muito frios.

10407532_10204871528093867_5889120645430199258_n

O lago do Bois de Vincennes

O mais famoso deles é o Jardins de Luxemburg. São 23 hectares com jardins floridos, pomares, mais de 100 esculturas, um palácio e até um teatro de fantoches. O Palais de Luxemburg é onde funciona o Senado e o Musée de Luxemburg fica logo ao lado.

dsc_0341

Parc des Buttes Chaumont

Outros espaços verdes belíssimos são o Jardins de Tuileries, que fica entre o Louvre e a Champs Elysées; Parc des Buttes Chaumont, o futurista Parc de la Villette, Parc Monceau, Jardin des Plantes, Bois de Vincennes, Bois de Boulogne e Jardin d’Acclimatation.

Para uma caminhada diferente, que começa nos jardins suspensos do bairro Bastilha até o Bois de Vincennes, confira esta matéria.

comcrc3a9ditodsc_0374

Uma das partes da Promenade Plantée

Versailles

O Palácio de Versailles não fica dentro da cidade de Paris, mas é um passeio imperdível para quem tem uns dias menos apertados na cidade. O interior de castelo é impressionante, mas seus jardins também são uma atração à parte. Dedique um dia inteiro para conhecer o local, sem pressa.

Como conhecer o Castelo de Versalhes em um bate-volta de Paris

dsc_0289

Os destaques são a Galeria de Espelhos, Domaine Marie Antoinette, que é o palácio onde vivia Maria Antonieta, com os belíssimos jardins da rainha; e todas as fontes. A dica é alugar uma bicicleta, já que o local é enorme!

O ingresso custa €18. Confira a programação no site, pois sempre há atrações culturais no local.

Site oficial: http://en.chateauversailles.fr/

dsc_0292

Uma (pequena) parte dos jardins de Versalhes

Mais dicas de Paris

>> Vale lembrar que as pessoas que têm passaporte europeu entram de graça ou têm desconto em muitos museus e atrações.

>> Estudantes também, não esqueça sua carteirinha internacional.

>> A melhor forma de conhecer as atrações é andando, não esqueça de colocar sapatos confortáveis na mala!

293707_2294221360882_2050675_n

Arco-íris na Praça da Bastilha <3

 

Posts relacionados

8 Comentários

O essecial de Paris: 8 passeios que não podem faltar no seu roteiro - Eiras Junior - Designer de Interiores no Rio de Janeiro 15/03/2017 - 22:07

[…] Publicado por GABRIELA MENDES em 21 DE FEVEREIRO DE 2017 […]

Reply
Morar e estudar na França – saiba tudo aqui – Gira Mundo 16/07/2017 - 20:16

[…] há como negar que Paris é maravilhosa, apaixonante e deve ser incrível morar um tempo por lá. Cheguei a pensar nessa opção, mas, […]

Reply
Como conhecer o Castelo de Versalhes em um bate-volta de Paris – Gira Mundo 18/12/2017 - 09:19

[…] Quer saber das melhores atrações de Paris? Clique aqui! […]

Reply
Guia de Lyon: todas as dicas para sua viagem a cidade da França – Gira Mundo 27/02/2018 - 14:12

[…] O essecial de Paris: 8 passeios que não podem faltar no seu roteiro […]

Reply
O que fazer em Lyon: melhores atrações e dica de roteiro de três dias – Gira Mundo 12/03/2018 - 11:44

[…] ⭐O essecial de Paris: 8 passeios que não podem faltar no seu roteiro […]

Reply
Primeira vez em Paris em um roteiro de 3 dias (ou mais!) | Gira Mundo – Dicas de Viagem e Roteiros Personalizados 12/10/2018 - 13:00

[…] O essecial de Paris: 8 passeios que não podem faltar no seu roteiro […]

Reply

Deixar um comentário

EnglishFrenchPortugueseSpanish