Home Belém Belém: as melhores atrações da capital paraense

Belém: as melhores atrações da capital paraense

por Gabriela Mendes
Belém: as melhores atrações da capital paraense

➡ Esse post foi feito pela Bibi e atualizado pela Ursa, em 2018. <3

A capital do Pará é temperada com jambú e tucupi. O lugar é gostoso de visitar, tem passeios lindos e comidas deliciosas, tudo ao ritmo do carimbó: uma combinação perfeita em uma viagem. Definitivamente, vale a pena reservar alguns dias pra conhecer Belém e depois partir para outros destinos paraenses, como Alter do Chão, Ilha de Marajó ou Algodoal. 

O melhor de tudo é que grande parte de suas atrações é de graça. No final do post tem um mapa com todos os passeios marcados. 🙂

Passeios na cidade de Belém do Pará

Estação das Docas

O antigo porto da cidade foi revitalizado e hoje é um agradável ponto turístico. A Estação das Docas fica na beira do rio Guajará e tem um calçadão ótimo para passear no final da tarde, aproveitando o complexo de restaurantes e bares. Alguns dos mais famosos são o Lá em Casa, com comidas típicas do Pará, e o bar da Amazon Beer, que tem cervejas com sabores locais, como açaí e cupuaçu e a sorveteria Cairu, a queridinha paraense.

Quanto? De graça.

_dsc0420

Mercado Ver-o-Peso

O mercado é considerado o maior da América Latina e reserva tudo que o Pará tem de melhor em questão de sabores: tucupi feito na hora, jambú, camarão, açaí, peixes fresquinhos e muita castanha do Pará. Visitar o local é uma verdadeira experiência, como eu contei aqui neste post. O melhor horário para conhecê-lo é de manhã cedo, aproveitando para almoçar no meio do pitiú.

Quanto? De graça.

2015-12-01-11-39-28

Forte do Presépio

Bem perto do Ver-o-Peso fica o Forte do Castelo do Senhor Santo Cristo do Presépio de Belém, chamado de Forte do Presépio. Nele, há uma vista linda da Baía de Guajará e do mercado. Ele também abriga o Museu do Forte do Castelo de São Jorge, que tem como tema a colonização da Amazônia.

Quanto? De graça

_dsc0425

Casa das Onze Janelas

O espaço cultural fica ao lado do Forte do Presépio. O palacete foi construído no século 18 e atualmente funciona como um museu focado na arte contemporânea brasileira, com exposições bem interessantes.

Quanto? R$ 2, grátis nas terças-feiras

Mangal das Garças

O parque, que fica às margens do Rio Guamá, está localizado no bairro Cidade Velha, centro histórico de Belém. Sua proposta é de reunir um pedaço da Floresta Amazônica em sua área de área de 40 mil m². Uma das atrações é o borboletário, considerado o maior da América do Sul. O destaque é a soltura das borboletas, às 10h. Além disso, há uma torre de 47 metros que proporciona uma vista muito bonita de Belém. Quem preferir também pode almoçar por lá no delicioso restaurante Manjar das Garças.

Quanto? De graça

_dsc0502

A ponte que leva ao observatório do rio no Mangal das Garças

Theatro da Paz

O local, que fica na Praça da República, foi construído em 1818 em estilo neoclássico, durante o período áureo de produção de borracha em Belém. Seu interior é luxuoso e a visita é sempre feita com um guia, que explica a história do teatro. Uma visita imperdível!

Quanto? R$ 6

_dsc0509

Museu Paraense Emilio Goeldi

O parque, que fica no meio de Belém, faz com que os visitantes se sintam dentro da floresta sem sair da cidade. Ele funciona como uma instituição de pesquisa da fauna e flora da Amazônia e possui diversas espécies em seus 52 mil metros quadrados. Além disso, também conta com um museu de exposições temporárias.

Quanto? R$ 3

_dsc0515

Círio de Nazaré

A festa católica é um dos maiores eventos religiosos do mundo e, todos os anos, leva milhões de pessoas às ruas de Belém. O evento é interessante até pra quem não é católico, pois, além da procissão  – que vai da Catedral de Belém até a Basílica de Nazaré, há apresentações musicais e a romaria fluvial. O Círio acontece todo o segundo domingo de outubro.

Basílica de Nazaré

A igreja é um dos monumentos mais importantes de Belém, erguido no século XIX. O local é o destino final da procissão do Círio de Nazaré e tem uma arquitetura belíssima. É lá também que fica a imagem de Nossa Senhora de Nazaré.

Quanto? De graça

Museu do Círio de Nazaré

O pequeno museu, localizado bem próximo ao Mercado Ver-o-Peso, é bem interessante para quem quer saber mais sobre a história da grande festa religiosa do Círio de Nazaré.

Quanto? R$ 2

Passeios nas proximidades

Ilha do Combu

O destino é um passeio delicioso que fica a apenas 15 minutos de barco de Belém. Na ilha, há restaurantes com comida regional, passeio de igarapé e muita natureza, além de uma plantação de cacau que produz chocolate brasileiro de primeira qualidade. Damos todas as dicas neste post.

_dsc0574

Ilha dos Papagaios

Esse passeio é para quem não se importa de acordar cedo, já que a embarcação sai às quatro da manhã para observar a revoada dos pássaros. A ilha fica a vinte minutos de Belém e a visita é feita apenas entre os meses de janeiro e setembro, pois no resto do ano os papagaios saem da ilha para se reproduzir. Normalmente, as agências fecham o passeio junto com o almoço na Ilha do Combu.

Cerâmica marajoara em Icoaraci

O distrito de Icoaraci é um centro de artesanato que retrata a arte Marajoara e Tapajônica. Elas são muito lindas e são parte importante da cultura local, porém eu só recomendo a visita se você tiver muito interesse nesse tipo de cerâmica, já que o local só tem isso! O distrito fica a 23 km de Belém e nós fechamos com um taxista para passar o dia com a gente por R$ 150. Uma das lojas mais incríveis é a Anísio Artesanato.

_dsc0531

Ilha do Mosqueiro

O Mosqueiro é o destino preferido dos paraenses durante as férias. A ilha fica a 72 km de Belém e conta com mais de 20 praias de rio, restaurantes deliciosos e pousadas aconchegantes. O mais incrível é que, por mais que suas águas sejam fluviais, dependendo da época do ano elas tem ondas e dá até pra surfar! As melhores faixas de areia são Paraíso, Ariramba e a Baía do Sol. Há ônibus para a ilha saindo todos os dias do terminal ao lado do Mercado São Brás (R$ 6).

_dsc0552

Praia do Paraíso, na Ilha do Mosqueiro


💡 Fique atento, pois muitos lugares fecham na segunda-feira!

Veja mais fotos no nosso Instagram @bloggiramundo

Mais sobre o Pará:

:star: Uma experiência no mercado Ver-o-Peso, em Belém

:star: Ilha do Combu: arte + gastronomia + natureza

:star: Conheça a Floresta Nacional do Tapajós, no Pará

:star: Alter do Chão: nossas dicas do Caribe Amazônico

Posts relacionados

5 Comentários

Uma experiência no mercado Ver-o-Peso, em Belém – Gira Mundo 02/12/2016 - 15:38

[…] conhecer os sabores, cheiros e cores da Amazônia em um só lugar: o mercado Ver-o-Peso, em Belém do Pará. Assim que se chega é uma enorme confusão. Os corredores ficam repletos de pessoas que, no […]

Reply
Ilha do Combu: arte + gastronomia + natureza – Gira Mundo 02/12/2016 - 15:43

[…] da cidade. Nos finais de semana é um passeio maravilhoso para moradores e turistas que visitam a capital paraense. Além do banho de igarapé e a deliciosa gastronomia local, o destino é uma galeria a céu aberto […]

Reply
Alter do Chão: nossas dicas do Caribe Amazônico – Gira Mundo 02/12/2016 - 15:44

[…] Belém: as melhores atrações da capital paraenseBelém: as melhores atrações da capital paraense […]

Reply
Onde provar a deliciosa gastronomia paraense em Belém – Gira Mundo 11/12/2016 - 13:50

[…] não provar as especialidades paraenses, sua viagem não ficará completa. As comidas típicas são uma grande atração, tanto para ser vista no Mercado Ver-o-Peso, quanto para ser saboreada em restaurantes ou […]

Reply
Roteiro pelo Pará e Região Norte: Belém, Alter do Chão e muito mais – Gira Mundo 24/02/2018 - 17:28

[…] Para ver mais atrações da capital paraense e de seu Centro Histórico, veja este post. […]

Reply

Deixar um comentário

EnglishFrenchPortugueseSpanish