Home Costa Amalfitana Roteiro de 20 dias na Itália

Roteiro de 20 dias na Itália

por Gabriela Mendes
Roteiro de 20 dias na Itália

É clichê, mas é verdade: é impossível não se apaixonar pela Itália. As paisagens da Toscana são de tirar o fôlego, a Costa Amalfitana é azul, azul, azul e a gastronomia é de suspirar a cada garfada.

Fiz um roteiro especial para uma viagem de carro de 20 dias com a minha família no mês de junho. Fiquei louca em cada cidade que nós paramos, cada prato típico e cada paisagem na estrada. Começamos em Roma, cruzamos a Toscana e a Emília Romana de carro até Veneza, de lá voltamos para Roma e descemos rumo a Nápoles, Capri e Pompéia.

Vem saber um pouco mais da minha experiência e pegar umas dicas para montar o seu próprio roteiro

Meu roteiro dia-a-dia

Dia 1

Viagem Rio>Roma, voo direto pela Alitalia.

Dia 2, 3 e 4 – Roma

Roma merece pelo menos três dias para conhecer as principais atrações – só para o Vaticano tem que reservar um dia inteiro. É um destino que não tem como ficar de fora do roteiro pela Itália. A  perfeita harmonia de cidade grande com monumentos históricos encanta os milhares de turistas que passam por lá. Ficamos três noites.

comcréditoDSC_0017

A linda ponte de Sant’Angelo. Logo ao lado fica o castelo com o mesmo nome

O que visitar? Piazza di Spagna, Campo di Fiori, Pantheon, Fontana di Trevi, Piazza Navona, Castelo Sant’Angelo, Ponte Sant’Angelo, Vaticano, Coliseu, Fórum Romano, Palatino, Circus Maximo, Monumento Emanuelle II, Piazza Venezia, Via del Fori Imperialli, bairro Trastevere, Catacumbas da Via Apia Antiga. E esses são só os passeios ”básicos” que a cidade tem a oferecer.

Saiba mais: 

Roteiro de 3 dias em Roma

Roma em 15 fotos

Dia 5 – Na estrada para Siena, com parada em Montepulciano

comlegendaDSC_0551

Paisagem da estrada de Roma para Siena

Pegamos o carro em Roma e seguimos estrada para a região da Toscana. Nosso destino era Siena, onde ficamos três noites, mas aproveitamos e paramos em Montepulciano no caminho. Nossa ideia era parar em Pienza e Montalcino também, mas demoramos muito para pegar o carro e não deu tempo.

Montepulciano é uma pequena cidade medieval cercada por uma muralha. Parece que se está em outro tempo, tudo é muito lindo. No final da tarde seguimos a estrada para Siena.

Montepulciano – O que visitar? Minha dica é passear pela cidade sem pressa, parando nas degustações de vinho e comendo em um dos restaurantes gostosos.

Siena O que visitar? Piazza del Campo, Palazzo Pubblico, Fonte Gala, Via di Città, Biblioteca Piccolomini, Duomo di Siena, Torre del Mangia.

Saiba mais: Descobrindo a Toscana: Montalcino, Pienza e Montepulciano

Dia 6Siena e um bate-e-volta para Pienza e Montalcino

comcréditoDSC_0730

A vista de tirar o fôlego do restaurante em Pieza

Como não conseguimos ver Pienza e Montalciono no dia anterior, acordamos bem cedo e pegamos a estrada outra vez. É tudo bem pertinho, cerca de 30 minutos de uma cidade pra outra. As duas também são cidades medievais e a cara da Toscana. No caminho tem vários campos com videiras, paisagens iguais as que se vê no cinema.

O que visitar em Pienza e Montalciono? Curtir a cidade entrando em lojas de vinho, observando a paisagem e comendo algum prato típico nos diversos restaurantes.

Saiba mais: 

Descobrindo a Toscana: Montalcino, Pienza e Montepulciano

Dia 7Siena e um bate-e-volta para San Giminiano

comcréditoDSC_0829

Reserve um dia todo para San Giminiano,  vá pela estrada S-222 e talvez você encontre campos de girassóis para tirar muitas fotos. Eu não vi nesse dia, pois cheguei adiantada. Normalmente eles começam a florescer em julho/agosto. San Giminiano é lindo demais e a cara da Toscana. Imperdível! Não deixe de ir na Gelateria Dondoli (o sorvete foi eleito em 2013 como o melhor do mundo).

O que visitar? Piazza della Cisterna, Piazza del Duomo, Piazza delle Erbe, Via della Rocca, Rocca di Montestaffoli.

Dia 8 – Na estrada para Florença pela rota do Chianti

comcréditoIMG_3222

Fomos para Florença, onde ficamos três noites, passando pela linda paisagem da Toscana na chamada Rota do Chianti. É uma estrada que leva para as vinícolas e para as cidades Greve in Chianti, Radda, Castellina in Chianti e Gaioli in Chianti. Para aproveitar, o legal é fazer uma reserva com antecedência em alguns dos castelos que funcionam como vinícolas e fazer um tour.

Dia 9Florença

comcréditoDSC_0987

Florença é uma exposição de obras de arte ao ar livre. Além dos famosos museus, é possível admirar as obras nas diversas praças e ruas. A cidade é linda, encantadora, um destino imperdível no seu roteiro pela Toscana.

O que visitar: Accademia, Cattedrale di Santa Maria del Fiori, Ponte Vecchio, Galleria Degli Uffizi, Rio Arno, Farmácia Santa Maria Novella, Galeria dos Oficios, Corredor Vassariano, Piazza della Signoria, Palazzo Vecchio, Jardins Boboli, Basílica de Santa Croce, Piazzale Michelangelo, Mercado Central.

Saiba mais:
Florença: um guia para conhecer a capital da Toscana

Dia 10 – Florença e um bate-e-volta para Pisa, Lucca, Viareggio e Livorno

comcréditoDSC_0016

Os campos de girassóis que nós encontramos na estrada de Lucca para Viareggio

Um dia que começou sem graça e terminou muito bem! Nossa ideia inicial era visitar só Pisa e Lucca. Eu já pressentia que Pisa ia ser uma decepção… e realmente foi! A cidade é bem sem graça e o Centro Histórico se resume a famosa torre inclinada, a Catedral, um Batistério e um museu. Só.

Não ficamos nem uma hora e caímos na estrada para Lucca, que é uma cidade muito fofa. Não deixe de alugar uma bicicleta e pedalar ao redor das muralhas. Almoçamos e pensamos: que tal visitar um lugar de praia? Partimos para Viareggio e no caminho a surpresa: um enorme campo de girassóis! Finalmente eu consegui realizar meu sonho e tirei mil fotos. A cidade é pequena, mas a praia é bem legal e estruturada. De lá pegamos o carro e fomos pra Livorno, que pareceu ter muitas coisas pra ver, porém tínhamos pouco tempo. Ficamos na região portuária e vimos o pôr do sol. Delícia de dia! Minha dica é cortar Pisa, ao menos que você queira muito uma foto com a torre.

Saiba mais:

Guia dos campos de girassol na Toscana

Dia 11 – Na estrada para Verona, com parada em Modena

comcréditoDSC_0082

Esse foi o maior trecho percorrido com o carro (mais de três horas) por um erro do GPS. Sem querer programamos um trajeto mais longo e acabou sendo ótimo, afinal, quem viaja não se perde! Fomos por uma estrada linda pelos Alpes da região e vimos paisagens de tirar o fôlego.

Depois da longa viagem paramos em Modena para almoçar e conhecer, mas domingo é igual em qualquer lugar do mundo. Estava tudo fechado e quase não tinha gente na rua. Porém, a cidade é uma gracinha e da pra conhecer tudo em uma tarde. É um ótimo lugar para quem gosta de automobilismo, é lá que fica o museu da Ferrari e o autódromo. Caímos na estrada e fomos para Verona, onde ficamos duas noites.

O que visitar? Duomo, Torre della Ghirlandina, Piazza Grandi, Piazza Roma, Via Carlo Goldani, Museo Casa Enzo Ferrari, Autódromo di Modena, Palazzo Ducale, Palazzo Comunal, Museo Ferrari.

Dia 12Verona

comcréditoDSC_0256

A ponte Scaligero, que fica ao lado do Castelvecchio, em Verona

Não é a toa que Verona é conhecida como a cidade dos apaixonados. Que lugar lindo! E romântico, claro. A cidade me encantou com suas ruas estreitas, construções medievais e a Arena, que ainda está em funcionamento. Sem contar que é um ótimo lugar para fazer compras na Via Giuseppe Mazzini. No verão rolam vários festivais, música na rua e a cidade fica bem agitada. Verona foi uma das minhas cidades preferidas na Itália <3

O que visitar? Piazza delle Erbe, Piazza Bra, Castelvecchio, Arena di Verona, Casa di Giulietta, Pontes Scaligero (na foto) e Pietra, Duomo, Piazza dei Sognori, Tumba da Giulieta, Igreja San Fermo.

Saiba mais:
O melhor de Verona: saiba todas as dicas para conhecer a cidade da Itália

Dia 13, 14 e 15Veneza

comcréditoDSC_0353

Veneza é única mesmo! Apesar de suas atrações famosas e lindas, o que mais me encantou foi me perder nas ruas estreitas e encontrar lugares inusitados. O charme da cidade vai muito além dos pontos turísticos e o meu conselho é deixar o mapa de lado e sair flanando por lá sem um destino muito certo, porque com certeza você vai achar coisas incríveis. Ficamos três noites.

O que visitar? Ponte Rialto, Piazza San Marco, Basílica di San Marco, Ponte dos Suspiros, Palácio Ducal, Gran Canal, bairro San Polo, Mercado de San Polo, bairro Santa Croce.

Mais sobre Veneza:

Um guia para se apaixonar por Veneza

Veneza: conheça as melhores atrações e entenda porque “se perder” é uma delas

Dia 16Roma

Inicialmente, voltaríamos de trem para Roma por uma noite e no dia seguinte pegaríamos o avião de volta pro Rio. Mas, como tivemos alguns problemas com a passagem, mudamos a data da volta e aproveitamos para conhecer Nápoles. Em Roma, demos mais uma volta pela cidade e jantamos no restaurante La Carbonara.

Dia 17Nápoles

DSC_0121

Pegamos o trem bem cedinho para Nápoles, uma cidade caótica e encantadora ao mesmo tempo. As ruas são sujas, o trânsito uma loucura e o centro histórico está caindo aos pedaços. Mesmo assim, é um lugar incrível para visitar e a comida… mamma mia! Valeu muito a pena ter conhecido esse outro lado da Itália e os napolitanos são únicos.

Aliás eles nem falam que são italianos, e sim napolitanos. Sem contar que é um bom lugar para ficar de base e conhecer as ruínas de Pompéia, Capri e Sorrento. Ficamos três noites.

O que visitar? San Domenico Maggiore, Via San Gregorio Armeno, Piazza del Plebiscito (da foto), Via Toledo, Museo Nationale di San Matino, Piazza Bellini, Galeria Humberto I, Museu Arqueológico Nacional – MANN, Nápoles Subterrânea, Parque Caserta, Quartiei Spagnoli, Teatro Di San Carlo.

Saiba mais:
Guia de Nápoles: todas as dicas para conhecer a cidade italiana + bate-voltas

Dia 18Nápoles e um dia em Capri

comcréditoDSC_0974

Jardins de Augustus, em Capri

Saímos cedo para pegar o barco direto para a ilha de Capri. O passeio foi inesquecível, mas muito corrido. Se você puder e couber no seu bolso, fique pelo menos duas noites. Além das belezas naturais a ilha é um luxo com pousadas chiquérrimas e lojas de grife. O mar é de um azul sem igual, ficamos encantados. O ponto alto do passeio foi a Gruta Azul, é uma das coisas mais lindas que eu já vi na vida. O difícil foi ter que pegar o barco de volta à Nápoles com tanta vontade de ficar.

O que visitar?  Fazer o passeio da volta completa da Ilha incluindo a Gruta Azul, ir ao maravilhoso Jardins de Augustus, subir até Anacapri, andar de teleférico e ver o pôr do sol no mar Tirreno.

Saiba mais:

Guia da Ilha de Capri: saiba tudo aqui

Dia 19Nápoles e um dia em Pompéia

comcréditoDSC_0060

As ruínas de Pompéia são um passeio obrigatório para quem está em Nápoles. É incrível ver vestígios de uma cidade que um dia foi tão próspera e de repente foi destruída pela erupção inesperada do Vesúvio. Além das construções restauradas, é possível ver corpos petrificados, objetos e pinturas. Não deixe de alugar um audioguia para entender como tudo funcionava.

Saiba mais:

Pompéia, ruínas de uma cidade devastada pela fúria do Vesúvio

Dia 20Nápoles e volta para o Rio de Janeiro

O que eu mudaria no roteiro

Como eu falei lá em cima, Nápoles foi um destino inesperado. Tivemos um problema com o bilhete da Aliatalia e adicionamos algumas noites. Já que fica perto de Roma, aproveitamos para conhecer, porém, se eu pudesse mudar, colocaria Nápoles no início da viagem e terminaria em Veneza, voltando por Milão para economizar dinheiro e tempo.

Além disso acho válido reservar pelo menos duas noites para conhecer Bolonha. Não fomos, pois não valeria a pena ficar só uma noite na cidade. Têm tantos lugares bonitos para visitar na Itália que fica difícil de decidir os destinos e ao partir já se quer voltar!

Acesse todos os posts da Itália aqui

Posts relacionados

27 Comentários

Sonia Regina de Souza 14/08/2014 - 10:59

Gabi, ja estive na Itália. minha viagem durou dezessete dias e foi pouco tempo para conhecer tamanha beleza. Lendo suas historias, fiz uma viagem de volta e como é gostoso poder rever lugares tao maravilhosos. O passeio a Grota Azurra foi a coisa mais encantadora em toda a minha vida, fantástica, impossivel descrever toda aquela beleza, só estando lá pra ver e sentir! Parabens pelo seu trabalho!!!

Reply
Gabriela Mendes 14/08/2014 - 15:35

A Itália é um país pra ir mais de uma vez de tanta coisa linda que tem pra ver! Que bom que você gostou do post. Meu objetivo é esse: fazer as pessoas viajarem lendo o que eu escrevo 🙂 Já já eu vou postar roteiros de cada cidade também! Mil beijos e muito obrigada pelo apoio.

Reply
Joana 15/08/2014 - 17:19

Bibi !!! o post esta incrivel, mas as fotos estao um nivel superior! muito lindas! parecem pinturas! parabeens nega, ta arrasando muito!!!!

Reply
Gabriela Mendes 16/08/2014 - 01:06

Jooo, muito obrigada amiga <3 <3 <3

Reply
Fernanda Santiago 18/08/2014 - 23:33

Prima, realmente a Itália é deslumbrante! Estive lá em 2011 e pretendo voltar e conhecer mais e mais esse país maravilhoso! Minha região favorita foi a Toscana! Parabéns pela sua iniciativa com esse blog.

Reply
Gabriela Mendes 19/08/2014 - 09:07

Obrigada prima! Dá muita vontade de voltar né? Também amei a Toscana. Mil beijos

Reply
Descobrindo a Toscana: Montalcino, Pienza e Montepulciano | Ecdemomania 24/08/2014 - 21:20

[…] Roteiro de 20 dias pela Itália […]

Reply
Sergio ReOli 26/11/2014 - 08:50

Excelente parabéns.

Reply
Gabriela Mendes 26/11/2014 - 13:28

Muito obrigada Sergio! 🙂 Qualquer dúvida que você tiver, pode me perguntar

Reply
Gabriela Mendes 01/12/2014 - 11:51

Que bom que você gostou Sergio! Em breve vou publicar mais dicas da Itália.

Reply
Gabriela Mendes 16/12/2014 - 15:47

Muito obrigada Sergio!

Reply
Sandra Sellan 27/03/2015 - 21:54

Olá, gostaria de saber os custos mais ou menos de uma viagem dessa,estou querendo ir com minha mãe ….

Reply
Gabriela Mendes 04/05/2017 - 16:20

Oi Sandra, tudo bem? Infelizmente eu não calculei os custos dessa viagem, porque fui com a minha família (5 pessoas). Mas a Itália não é um destino caro comparado com outros países da Europa, como França e Alemanha

Reply
Gabriela Mendes 04/05/2017 - 16:21

Me desculpe pela resposta super atrasada… o blog foi todo reformulado e vi seu comentário agora 🙂

Reply
Aninha 09/07/2015 - 16:41

Gabriela, tem ideia de qual o custo de uma viagem de 20 dias para 02 pessoas? A propósito adorei as fotos e as dias 🙂

Reply
Gabriela Mendes 21/09/2015 - 15:02

Oi Aninha. Muito obrigada 😀 Fico feliz que você gostou!
Na verdade eu não sei porque essa foi uma viagem que eu fiz com a minha família.. então foram cinco pessoas! Mas a Itália é um país mais barato…comer então não é caro e muuuito bom!!! Beijos!

Reply
Thiago 27/03/2016 - 01:22

Gabriela, estamos indo agora em Junho para ficarmos 18 dias, estava montando o roteiro e me dou de cara com este. Top, muito parecido com o que estou fazendo. Uma dúvida, vocês tem a lista de hoteis? E o carro em Florença e Veneza, devolveram antes? Obrigado

Reply
Gabriela Mendes 20/09/2016 - 14:22

Oi Thiago. O blog tava passando por uma grande reformulação, só vi seu comentário agora! Mil descupas. Espero que tenha dado tudo certo. Qualquer coisa to aqui e aproveita pra dar uma olhadinha na nossa nova identidade visual 🙂 Beijos

Reply
Raquel 27/10/2016 - 20:43

Gabi, Amei seu roteiro. Estava pensando em alugar casa nos principais pontos e pegar o carro pra visitar ao redor, já que tudo é perto, fazer bate volta. Você teria alguma dica de hoteis? E em relacao ao estacionamento, como faziam?

Reply
Gabriela Mendes 28/10/2016 - 10:22

Oi Raquel! Acho uma ótima ideia. De carro dá pra conhecer muita coisa. Sempre tinha estacionamento nos lugares. Nas cidades maiores, ou nas históricas, que não podiam entrar com carro, nós deixávamos do lado de fora do centro, em algum estacionamento. Muitas vezes esses estacionamentos eram na porta do centinho, nem precisava pegar outro meio de transporte. Eu preciso dar uma olhada nas minhas anotações de viagem pra ver os hotéis que eu fiquei.. mas como eu fui com a minha família, eles não são os mais em conta. Se eu fosse por conta própria teria ficado em hostels.

Reply
Um guia para se apaixonar por Veneza – Gira Mundo 22/05/2017 - 10:04

[…] Roteiro de 20 dias na Itália […]

Reply
O melhor de Verona: saiba todas as dicas para conhecer a cidade da Itália – Gira Mundo 21/06/2017 - 20:22

[…] Meu roteiro de 20 dias pela Itália […]

Reply
Eliane Mariz 21/08/2017 - 09:43

Gabriela sou amida da Maria Claudia Faro e achei o blog maravilhoso. Sou apaixonada pela Italia e fiz uma viagem de 30 dias muito parecida com o seu roteiro. Meu irmão está indo para a Italia e já passei o seu blog pra ele. Sucesso😍

Reply
Gabriela Mendes 21/08/2017 - 09:48

Oi Eliane! Muito obrigada, eu faço o blog com muito carinho e fico muito feliz em ler isso 🙂 A Itália é maravilhosa, né?
Qualquer coisa que você precisar é só falar!
Beijos.

Reply
Florença: o que fazer, quando ir, onde ficar, quanto tempo ficar – Gira Mundo 21/08/2017 - 21:46

[…] Roteiro de 20 dias pela Itália […]

Reply
Guia de Nápoles: o que fazer, onde comer, onde se hospedar e bate-voltas – Gira Mundo 17/10/2017 - 11:04

[…] Quer saber como foi meu roteiro de 20 dias pela Itália? Clique aqui! […]

Reply

Deixar um comentário

pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR