Home Alemanha Kreuzberg, o bairro alternativo de Berlim

Kreuzberg, o bairro alternativo de Berlim

por Gabriela Mendes
Kreuzberg, o bairro alternativo de Berlim

As longas noites de Kreuzberg sempre foram famosas, mas, antes da queda do Muro de Berlim, era um lugar onde ninguém queria morar. Símbolo do pior sentido de periferia oriental, o bairro era basicamente composto por imigrantes turcos, ativistas de esquerda e punks que ocupavam os apartamentos baratos. Depois de um tempo, foi esse multiculturalismo que deu o charme e a singularidade do bairro, preservando sua vitalidade. Após a unificação das duas Alemanhas, aos poucos Kreuzberg foi sendo ocupado por artistas que procuravam uma alternativa de vida mais barata. Atualmente, invadido pela arte, o bairro é uma exposição a céu aberto.

Foto: Pierre Adenis


As obras também se mesclam com a realidade do lugar e sua história. Ainda no tempo da Berlim dividida, Kreuzberg foi berço dos movimentos da subcultura da capital. Palco de diversas manifestações, o bairro ferve de ideias de diferentes tribos e é um destino para os turistas mais descolados.
Além disso, o clima retrô prevalece, dando um ar nostálgico no local. Quando se anda por lá parece que você voltou no tempo. Alguns moradores, mesmo os jovens, adotam o estilo meio anos 70 de se vestir. Outro exemplo desse ar vintage é o Moviemento, localizado na Kottbusser Damm, 22. É o cinema mais antigo de Berlim, fundado em 1907, com três pequenas salas. Lá passam filmes clássicos, contemporâneos e diversas produções alemãs.
Uma dica é que no dia 1º de Maio acontece, todo ano, o My Fest. Apesar de ser no mesmo dia e no mesmo local aonde acontecem as tradicionais manifestações no Dia do Trabalho, o bairro é dividido com dezenas de palcos e barraquinhas de comidas turcas. Para quem está por lá nessa época vale a pena dar uma conferida no evento. Deve ser no mínimo interessante observar em um mesmo ambiente protestos, pessoas dançando e se deliciando nas comidas típicas.

Foto: Pavel Gospodinov


O bairro fica pertinho da East Side Gallery, o famoso Muro de Berlim. Para chegar lá é só pegar o metrô ou o trem e descer na estação Warschauer Str. Além disso, todo domingo rola a melhor feira de pulgas de Berlim  no parque Mauerpark (Bernauer Strasse 63-64), que fica do lado do muro. É possível encontrar de tudo, desde roupas até móveis antigos. Às 15h rola um karaoke no anfiteatro que fica perto das barraquinhas. O legal, para quem estiver em Berlim em um domingo, é fazer os três passeios no mesmo dia.

Foto: Pavel Gospodinov


Foto: Street Art Utopia

Posts relacionados

1 Comentário

Berlim: confira cinco atrações imperdíveis | Ecdemomania 21/11/2014 - 12:55

[…] KREUZBERG: o bairro mais alternativo de Berlim onde é possível encontrar lojas descoladas, bistrôs e música de rua. Não deixe de observar a arte urbana do local, com esculturas e grafites por toda parte. Saiba mais sobre o multicultural Kreuzberg neste post. […]

Reply

Deixar um comentário

pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR