Home Américas Despertando os sentidos no Mercado Popular Bazurto, em Cartagena

Despertando os sentidos no Mercado Popular Bazurto, em Cartagena

por Gabriela Mendes
comida-bazurto-cartagena

Suor, caos, muita comida, muitos cheiros, muita música. O movimento acontece nos corredores estreitinhos, com gente vendendo comprando e vivendo a rotina do Mercado Popular Bazurto, em Cartagena. Cuidado com a câmera, olha a carteira, sabe que fruta é essa, prova isso aqui – Diogenes ia me mostrando tudo e a cada esquina cumprimentava alguém, já que o mercado foi onde ele teve seu primeiro emprego, ainda criança.

Todos os meus sentidos foram despertados no Bazurto e eu conto aqui como foi essa experiência única que eu tive na minha viagem pela Colômbia.

O labiríntico Bazurto está há pouco mais de 10 anos neste local, que fica a 15min do Centro Histórico, aos pés do Convento de la Popa. Ele teve início mesmo no bairro de Getsemani, em 1978, mas o mercado foi crescendo, o turismo em Cartagena aumentando, Getsemani, que sempre foi um bairro proletário e dominado pela violência, começou a ser explorado pelo turismo (em todos os sentidos da palavra) e o mercado mudou de endereço. Porém, o crescimento é desenfreado, a cada dia há mais vendedores e já há planejamento para que ele seja transferido para outra parte da cidade, ainda mais longe do centro – que dá pra imaginar que está gerando muita polêmica.

Atualmente o Bazurto movimenta mais de 35 mil pessoas todos os dias e funciona 24h. De madrugada abastece os restaurantes, durante o dia, os moradores que fazem as compras do mês. O mercado não para – mesmo – e você encontra literalmente de tudo em meio à sujeira, à lama – um verdadeiro choque saindo das ruas coloridas do Centro Histórico de Cartagena e, ao mesmo tempo, fascinante.

Há várias áreas lá dentro: de eletrônicos, produtos made in China, frutas, deixando tudo ainda mais colorido; açougue, com cada carne que eu nem sabia que poderia ser comestível, como cabeça e olho de vaca; além de barbeiro, peixaria, bar de salsa, área do carvão, restaurantes e tudo que se pode imaginar.

Eu entendi o despertar de sentidos que eu tive no Bazurto quando eu descobri o significado do nome: Bazurto – donde yo surto, tradução de “onde eu compro” – mas, pra mim, em todos os sentidos de “surto”, que descreve bem aquele caos, que a galera de lá domina com maestria enquanto falam o espanhol mais rápido que eu já ouvi na vida e driblam os carrinhos de supermercado. 

⭐ Saiba mais: Fui Sozinha: roteiro de um mês na Colômbia

Como ir ao Mercado Popular Bazurto e dicas importantes

Sem dúvidas o Bazurto não é para principiantes, só vá se você realmente curtir o ambiente de mercados populares (que eu amo) e quiser ter um gostinho bom da rotina dos moradores de Cartagena.

A minha maior dica é ir com alguém de lá, inclusive nem recomendo ir sozinho, não tem graça. O legal é ser apresentado por quem é de dentro, como eu fui com Diogenes. Eu conheci ele no Uber, foi meu motorista logo que cheguei e conversa vai, conversa vem, acabou me levando pra vários lugares e dando dicas valiosas da cidade. Pra ir ao mercado, ele só me cobrou a corrida, que custou 25 mil pesos.

Você também pode ir por conta própria pegando um ônibus na Avenida Venezuela por cerca de 2 mil pesos ou um táxi, que vai dar, no máximo 15 mil pesos.

💡 Vá com uma roupa bem fresca e um sapato fechado que possa ficar imundo, já que todas as ruas são de lama.

💡 Não vá com objetos de valor e fique ligado nos seus pertences. Há muitos furtos no mercado.

⭐ Contato do Diogenes: +57 300 671-2116

⭐ Outra dica é ir por essa experiência do Airbnb: Discover Cartagena by Locals

Bom giro!

Posts relacionados

Deixar um comentário

EnglishFrenchPortugueseSpanish