Home Américas Como é visitar as fazendas de café em Salento, na Colômbia

Como é visitar as fazendas de café em Salento, na Colômbia

por Gabriela Mendes
fazendas-cafe-salento

Salento é uma perdição para apaixonados por café. Quando soube que a cidade era um dos principais lugares para conhecer as fincas cafeteras, dei meu jeito e mudei minha passagem, adicionando este destino que não estava planejado no meu mochilão pela Colômbia. Não poderia ter tido uma decisão mais acertada! Além de ter minha experiência super cafeinada, a cidade é fofíssima e tem uma natureza exuberante, com as Palmas de Cocora – que eu vou contar mais em outro post.

Salento fica no chamado Eje Cafetero, ou Triângulo do Café, que corresponde aos departamentos de Caldas, Risaralda e Quindío. Por estar a mais de 1800m acima do nível do mar, o local é bem favorável para a produção de grãos especiais. Por isso, uma das principais atividades da região, também conhecida como Zona Cafeeira, é a produção de café para a exportação e há muitas e muitas fincas (fazendas) por lá.

Como foi minha experiência nos tours das fincas de café em Salento

Cheguei em Salento depois de uma longa viagem de ônibus mal dormida e só conseguia pensar em café, claro. Fui direto para as fincas, que ficam na zona rural da cidade e minha curiosidade foi direto para a única fazenda orgânica da cidade, a Do Elias, que foi uma decepção… Recompensada logo em seguida pela visita à El Ocaso, que foi o melhor tour de café que eu já fiz! Posso dizer que o saldo, após oito xícaras de café em um dia, foi bem positivo.

Don Elias

Eu estava muito animada pra conhecer a Don Elias, já que é uma pequena produção orgânica, bem antiga, e fui pra lá direto. Os tours acontecem toda hora, em inglês e espanhol, é só chegar e esperar um pouquinho. Quem nos guiou foi um menino que trabalha lá, mas ele – claramente – odiava o que estava fazendo e fez um tour completamente decepcionante. Todo aquele imaginário de conhecer a produção, que existe há mais de 20 anos, tocada pelo senhorzinho Don Elias, foi por água abaixo. 

Eu posso ter dado má sorte de ter pego esse guia, com certeza, mas a impressão que me passou foi que a fazenda está um pouco largada e já teve seus tempo áureos. Às vezes, o próprio Don Elias faz o tour em espanhol e a experiência deve ser completamente diferente. De qualquer forma, valeu a pena entender como funciona a produção de café orgânico, como eles plantam árvores frutíferas para dispersar as pragas, e observar os equipamentos, que são todos manuais e muito antigos. 

São 45 minutos de tour e no final nós degustamos o café de lá. Custou 10 mil pesos e, se você quiser comprar o café para levar, custa 12 mil pesos.

El Ocaso

Desiludidas, eu e minha amiga, Suzanne, andamos um pouco e avistamos outra fazenda, a El Ocaso. Decidimos entrar para conhecer e nos surpreendemos como o lugar é lindo. A finca tem uma lanchonete com um visual de tirar o fôlego, e ficamos tomando mais café e conversando. Acabou que ia começar o tour logo quando a gente estava por lá e decidimos fazer, para tirar a má impressão do último – e foi incrível!

O molde era o mesmo de todos os tours, mas com explicações detalhadas e a guia, Diana, além de ser uma fofa, parecia bem apaixonada pelo universo do café. Ela nos explicou como funciona a plantação, qual a diferença dos grãos especiais para os comuns, tintim por tintim. Depois, nos deu cesta e nós fomos colher os grãos maduros, colocamos nas caixas de fermentação, vimos a secagem natural e uma sala com a seleção dos grãos. No final, teve uma demonstração de como fazer o café filtrado e ela nos apresentou os tipos de café que eles têm. Os grãos de lá são realmente deliciosos e são produzidos, desde os mais simples, até os mais especiais.

O tour durou cerca de 1h30 e custou 15mil pesos. É claro que no final tem uma lojinha tentadora com vários pacotes (em grãos ou moído), começando pelo valor de 20mil pesos cada. Além disso, o tour que eu fiz foi o “tradicional”, mas eles também têm o “premium”, em que eles se aprofundam mais no mundo do café especial e nos diferentes métodos e grãos. Veja os horários aqui.

Vale ressaltar que a Finca El Ocaso também é uma pousada, deve ser uma delícia se hospedar com aquele visual! 

Mais fincas e experiências cafeinadas em Salento

É claro que a cidade tem outras fincas incríveis que eu não tive tempo de visitar, como a Don Eduardo, na Plantation House, ou os tours oferecidos pela empresa Experiencia Cafetera, que parecem bem interessantes e intensos no mundo do café. Se você conhecer outros, conta pra gente!

Vale lembrar também que no centro há duas casas de café bem famosas. Uma é a Café Jesus Martin, que já ganhou vários prêmios pelos grãos especiais. A outra é a Café Quindío. Porém, ambas tem uma pegada menos artesanal.

💡 Para se aprofundar ainda mais no mundo do café, você também pode incluir no seu roteiro cidades como Manizales, Filandia, Armenia e Pereira.

Como visitar as fazendas de café em Salento

É tudo muito simples. As fazendas ficam na Zona Rural da cidade, a 30-40min de caminhada do centrinho ou a 20min de Jeep. Os Jeeps coletivos são a melhor forma de se locomover na região, custando apenas 4mil pesos.

Eu recomendo ir a pé e voltar de Jeep, já que a maioria das fazendas fica lado a lado, na mesma estrada, e você pode ir conhecendo aos poucos durante o trajeto.

Outra ideia é alugar uma mountain bike e fazer um rolé cafeinado pedalando!

Por que visitar Salento?

Além de ser um destino imperdível para os apaixonados por café, Salento tem uma das paisagens mais impressionantes e bonitas que eu já vi nas minhas andanças pelo mundo. O local é famoso por ficar perto do Vale do Cocora, onde se encontram as Palmas de Cera, impressionantes palmeiras que chegam a 80m de altura. A trilha pelo vale foi linda, inesquecível. Sem contar que a cidade é uma fofura, com casas coloridas, lugares gostosos pra comer. Eu aproveitei também para fazer mountain bike e foi intenso! 

Como chegar em Salento: eu fui de ônibus noturno a partir de Medellín com a empresa Flota Occidental. Foram 6h de viagem até a rodoviária de Armênia (50mil pesos). De lá tem que pegar um micro ônibus por 1h até Salento (4,5mil pesos). A viagem foi ótima, como é um trajeto longo, ir de ônibus noturno foi a melhor opção.

⭐ Eu conto tudo sobre Salento nesta outra matéria – em breve.

Nossas matérias sobre a Colômbia

(em breve matérias de todos os destinos, tô fazendo aos pouquinhos)

Informações gerais
Fui Sozinha: roteiro de um mês na Colômbia
Colômbia: informações que você precisa saber antes de viajar

Bogotá
Fui Sozinha: 72 horas em Bogotá

Cartagena
Despertando os sentidos no Mercado Popular Bazurto, em Cartagena
Comer bem e barato em Cartagena
Guia de Cartagena: nossas dicas para conhecer a cidade da Colômbia
O que fazer em Cartagena das Índias, na Colômbia

Medellín (em breve)

Salento
Como é visitar as fazendas de café em Salento, na Colômbia

Santa Marta (em breve)

ROTEIRO PERSONALIZADO – nós planejamos toda sua viagem e entregamos um roteiro detalhado com sugestão de passeios dia a dia, dicas de restaurantes, locomoção e melhores atrações. Também fazemos assessoria de passagens aéreas, hotéis e tudo que você precisar. Perfeito pra quem ama viajar, mas não gosta ou não tem tempo de se programar.
HOSPEDAGEM – reserve seu hotel com o nosso link do Booking e ajude a manter o blog no ar! Não tem nenhuma alteração de preço pra você, mas nós ganhamos uma pequena comissão.
ALUGUEL DE CARRO – nosso parceiro de reservas é o RentCars, que faz busca das melhores tarifas com as principais locadoras.
INGRESSOS E TOURS – melhores preços no Get Your Guide e Tiqets.
INTERNET 4G ILIMITADA – com nosso código da Easy Sim 4 You.
SEGURO VIAGEM – ganhe 5% de desconto no Seguros Promo com nosso cupom GIRAMUNDO5

Posts relacionados

Deixar um comentário

EnglishFrenchPortugueseSpanish