Home #Empodere Índia Old Delhi de bicicleta: como foi a experiência de pedalar na capital da Índia

Old Delhi de bicicleta: como foi a experiência de pedalar na capital da Índia

por Gabriela Mendes
Old Delhi de bicicleta: como foi a experiência de pedalar na capital da Índia

Saiba a melhor forma de conhecer Old Delhi: pedalando. Como foi o tour do Delhi By Bike, quanto custa e nossa experiência de andar de bicicleta em uma das cidades mais caóticas do mundo.

Quando nós falávamos para os indianos que íamos fazer um tour de bicicleta em Old Delhi a reação era sempre: como vocês vão pedalar lá? É impossível!

Realmente, o cenário não era dos melhores e dava um friozinho na barriga: Delhi tem um dos trânsitos mais caóticos do mundo e Old Delhi, a parte histórica da cidade, é o lugar mais superlotado, confuso, sujo e intenso que já fomos. Ficava difícil de imaginar como teria espaço para pedalar… e como nós sairíamos vivas dessa empreitada. 

Pois bem, venho aqui para dizer que é possível! E foi uma das experiências mais divertidas e inesquecíveis da nossa viagem de dois meses pela Índia, uma forma única e um tanto quanto inusitada de conhecer as ruelas estreitas de Old Delhi. É verdade que, no país, as bicicletas são muito usadas, porém só como um meio de transporte de trabalho, tanto é que são chamadas de “work bikes” e todas tem um modelo igual (que é muito lindinho e vintage, por sinal). Poucas pessoas usam a bicicleta como esporte ou estilo de vida e dá pra entender o porquê, já que as ruas de Déli são um tanto quanto desafiadoras. 

⭐ Saiba mais: Guia de Déli: nossas dicas sobre a capital da Índia

Pedalando em meio a tuktuks, vacas, mais bicicletas, motos e pedestres

Um relato de como foi conhecer Delhi de bicicleta: tour do Delhi By Bike, em Old Delhi

Nós fizemos o rolé de bicicleta com o Tenzin, um guia de turismo maravilhoso e muito fofo, que tem a empresa Delhi By Bike. 

Nos encontramos às 6h da manhã e a cidade ainda estava acordando. Apesar da dificuldade de levantar na madruga, foi bem interessante ver um lugar que é completamente lotado todos os dias do ano, vazio, começando o dia, aos poucos, já que o comércio só abre às 9h.

Na Índia, as manhãs iniciam com mantras, que ecoam tanto pelo canto dos fiéis, quanto por caixas de som colocadas em templos. O som e o cheiro de incenso reverberam, para todos os lados, invadindo até as ruelas mais estreitas. Antes de nos adentrarmos pedalando em Old Delhi, paramos em frente a um dos coloridos templos hindus.

Conforme fomos seguindo, o som do mantra foi sendo silenciado pelo comércio que despertava, as portas que iam se abrindo, as buzinas, que iam ficando cada vez mais frequentes e altas. Pessoas arrumavam suas mercadorias, na maior parte das vezes no chão, fossem elas alimentos ou objetos, ao lado de animais e lixo. 

Durante nosso passeio, além de termos passado por algumas das principais atrações de Déli, como o Red Fort e os templos, Tenzin também nos mostrou cantinhos escondidos, como um haveli* em ruínas, com algumas famílias que ainda moram lá dentro. O legal é que você entra por uma portinha e não tem a menor noção do universo que te espera lá dentro.
* havelis eram tipos de casas ou mansões muito usadas durante o império mongol.

O legal de se fazer o passeio com o Tenzin é que ele fez questão de mostrar todos os lados de Old Delhi: o turístico, os cantinhos escondidos, que não encontraríamos por conta própria e a realidade nua e crua do centro histórico

Passamos por um hospital ao ar livre, onde todos os dias médicos voluntários cuidam de pequenos ferimentos e dão consultas gratuitas. Tudo acontece na frente de um templo jain (onde também são distribuídas refeições todos os dias), ali no chão, em uma rua muito estreita. Ataduras são feitas em meio à imundice de Chanide Chock.

Também passamos por uma praça onde, todos os dias, homens se reúnem e são chamados para fazer bicos (não tinha nenhuma mulher), além de cabeleireiros com salões improvisados no meio da ruelas, praças históricas, muitas vacas e, claro, lugares únicos para provar a famosa comida de rua de Old Delhi. Tomamos o melhor chai da viagem ali, em meio ao caos que nos rodeava e macacos que brincavam entre os fios de energia, antes de nos adentrarmos no mercado de especiarias.

Por sinal, o Spice Market foi um dos pontos altos da pedalada, já que o chamado Khari Baoli, localizado em Old Delhi é o maior mercado de especiarias da Ásia. Dá pra imaginar que existe todo um universo lá dentro; um universo que também evidencia as questões de gênero da Índia. Após nosso delicioso chai, conhecemos a Leena, a única mulher que tem seu próprio negócio no mercado. Ela tem dois empregados que a ajudam com os pedidos, homens. 

Ali, ao lado da tenda da Leena, uma surpresa: entrando em um corredor estreito e subindo alguns lances de escada, chegamos a um antigo haveli enorme, onde várias especiarias estavam sendo preparadas para a venda. A partir do momento que eu entrei ali, não parei de espirrar: tinha muita pimenta no ar! 

O lugar é um mundo dentro do Spice Market, onde acontece de tudo. Entre um espirro e outro, provamos um chapati feito ali, no chão de pedra do mercado. Também vimos o movimento dos depósitos, as pimentas fresquinhas. Subimos até um terraço onde pudemos ver tudo de cima, com homens tomando banho de balde, estendendo a roupa do varal, espantando pombos, costurando roupas.

E o Tenzin nos fez tirar a foto mais turistona possível, mas que rendeu boas risadas: 

kkkk

Voltamos a pedalar para o gran finale, o café da manhã. Nesse momento o comércio já estava aberto, o que deu um baita frio na barriga e uma sensação que aquela bagunça ia nos engolir. Entre semi atropelamentos e mais risadas, chegamos no Chaina Ram.

Foi um café da manhã bem apimentado e com muito sabor, um pão indiano chamado poori com um curry de grão de bico bem apimentado, que fechou com chave do ouro nosso tour e nos fez ter coragem de explorar Old Delhi por conta própria depois. 

Informações práticas para fazer o tour do Delhi By Bike

Valor: INR 1950 (US$28).
Horário: 6h30 às 10h.
O que está incluído: guia, bicicleta, capacete e todas as comidas do tour.
Como reservar:
• Você pode fazer a reserva através do site oficial da Delhi By Bike: delhibybike.com
• Falar com o Tenzin diretamente pelo whatsapp: +91 7838329441 ou +91 9599118441
• Ou você também pode fazer pelo Airbnb Experiences: airbnb.com.br/experiences/150595

💡 A Delhi By Bike tem outros dois tours na cidade: em South Delhi e New Delhi. Saiba mais no site: delhibybike.com

Sobre o Tenzin

Um simpático indiano de família tibetana que nasceu em meio à caótica Delhi. Ele faz passeios de bicicleta com turistas há mais de 10 anos, quando fundou sua empresa, Delhi By Bike. Apaixonado pelas pedaladas, desde pequeno ele está junto da sua bicicleta e já fez algumas biketrips pelo mundo. Segundo Tenzin, pedalar em Delhi é o que mais dá energia, e os passeios com os turistas é o que mais gosta de fazer. Deu pra perceber, com o sorrisão no rosto que ele estava, durante todo o passeio.

Veja a loucura que foi pedalar em Old Delhi no vídeo

O vídeo foi gravado por um dos participantes do passeio, o Daniel Thakur, que nos cedeu as imagens <3

 

Saiba mais sobre nossa viagem pela Índia

⭐ Resumo de dois meses viajando pelo país e trocando experiências com projetos de empoderamento feminino: Gira Mundo na Índia
⭐ Guia de Déli: nossas dicas sobre a capital da Índia
⭐ Empodere: Do aeroporto de Déli para a cidade com a Sakha Cabs
⭐ Como e porquê fazer um passeio de barco no Rio Ganges, em Varanasi
⭐ Empodere: o budismo de Sarnath e a Associação de mulheres Rajbhar, em Varanasi

Posts relacionados

Deixar um comentário

EnglishFrenchPortugueseSpanish