Home Giro no Rio Cada macaco no seu galho

Cada macaco no seu galho

por Gabriela Mendes
Cada macaco no seu galho

Às cinco da tarde o sol já está mais fraco e a praia esvaziou. É a melhor hora para montar o tecido. O grupo chega, observa o local e começa a se alongar. Alguns curiosos vêm observar o que é aquele pano amarrado em um tronco. Quando alguém sobe, o espetáculo começa: é circo. Para quem está de fora, os movimentos são pura leveza, mas quem pratica sabe que exige força, flexibilidade e dedicação.

foto editada 2
Enquanto no está no ar, os outros esticam a canga e ficam observando cada movimento. Quem monta fora das aulas precisa ficar atento, pois é uma atividade que exige cuidado. É preciso ter noção de seu limite em cada pose, ainda mais quando se está longe do professor.
“O maior desafio pra mim é a resistência, pois muitas vezes a cabeça pensa em mil e uma opções e seu corpo não responde. É esse equilíbrio que a gente busca, entre corpo e alma. Os desafios são o que tornam a pratica do tecido mais legal ainda”, comenta Joana Fortuna, estudante de cinema e praticante de circo há cinco anos.

A acrobacia aérea é uma boa opção para quem está cansado dos exercícios tradicionais. Além de exercitar o corpo, é uma forma de arte. Dançando no ar, uma postura vai para a outra. As quedas dão frio na barriga, mas tudo é feito com muita cautela. A atividade lúdica libera os sentidos e pode ser praticada em vários lugares que tiverem uma árvore bem forte. Mas, para quem não tem prática, fazer tecido sem professor não é recomendado.
Depois de algum tempo, o pôr do sol chega deixando tudo laranja. Os amigos aproveitam para tirar as últimas fotos, pois quando escurece é hora de desmontar. “Estar lá em cima da árvore, com a melhor vista do céu, faz a gente repensar nosso estilo de vida. É uma mistura de liberdade com o desafio de tentar ultrapassar os limites do corpo e da mente”, afirma Ursulla Lodi, estudante de direito e aluna de circo há quatro anos.
Onde fazer:
JardimBotânico: Lunático Café e Cultura
Santa Teresa: Artric Centro de Artes
Humaitá: Gisele Alvim
Botafogo: Base Dinâmica
Lapa: Fundição Progresso
Leblon: Monte Líbano
foto editada 3 foto editada DSC_0534

  • Matéria produzida para o site Pegada Carioca. Texto e fotos por Gabriela Mendes.

Posts relacionados

Deixar um comentário

pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR